terça-feira, 30 de agosto de 2011

Curiosidades sobre Jaspion

O ator Hikaru Kurosaki reassumiu o nome verdadeiro, Seiki. Deixou o trabalho de ator e dublê e tendo saído do meio artístico vive hoje como instrutor e guia de mergulho submarino nas proximidades de Okinawa junto de sua esposa.
Kurosaki também participou do seriado Bioman no gênero Tokusatsu. Em Jaspion, ele conta que queria fazer um herói diferente, segundo a proposta dos produtores de um "Tarzan Espacial". Por isso, lhes teria sugerido o penteado "afro" com que aparecera nos primeiros episódios. Contudo, a Toei não gostou do resultado na tela, e ordenou o corte de cabelo, que ocorreu no começo do episódio 11 (Perigo em Tsukuba).
Junichi Haruta foi dublê de ação no seriado JAKQ Dengekitai de 1977. Sua estréia como dublê e ator, viria a ocorrer apenas 5 anos depois, quando interpretou o Goggle Black de Goggle V, em 1982. No ano seguinte, vestiu preto mais uma vez, como o Dynablack de Dynaman (onde contracenou com Sayoko Hagiwara, que por coincidência também se consagraria como uma vilã, a diabólica Nefer em Flashman), o que seria seu último papel antes de MacGaren. Depois, teve uma modesta participação em Metalder e viveu Kazenin Storm em Sekai Ninja Sen Jiraiya. Seu papel mais recente em tokusatsu foi uma participação em Kamen Rider Blade.
O ator que interpretou Boomerman (Hiroshi Watari) virou protagonista na série que sucedeu Jaspion, Guerreiro Dimensional Spielvan.
Hiroshi Watari apareceu como personagem misterioso na série num momento em que o protagonista, Hikaru Kurosaki estava com um musical no teatro e tinha pouco tempo livre para gravar.
Por conta de um acidente de moto, Hiroshi Watari teve sua participação na série prejudicada, já que teve de fazer uma cirurgia para implantar 7 pinos na perna. Depois disso só participou de mais 2 episódios.
No Brasil, Jaspion virou revista em quadrinhos pela Ebal e mais tarde pela Editora Abril em 1991. Estas histórias eram levemente baseadas na série e se podia ver crossovers com outras séries exibidas também pela Rede Manchete.
A empresa Everest e a TV Manchete, numa campanha de "marketing", divulgaram o seriado "Spielvan" como "Jaspion 2" nos anúncios e legendas de identificação da emissora. A equipe de tradução omitiu até o nome do herói nas músicas de abertura e encerramento, coisa que nunca acontece em um seriado "tokusatsu" (ainda que o tenha mantido como "Spielvan" nos próprios episódios), para que os fãs de Jaspion acreditassem que se tratava de uma continuação. As histórias das duas séries não tinham nenhuma relação. Jogada de marketing parecida foi feita na França aonde os seriados Super-Sentai Maskman e Liveman foram chamados de Bioman 2 e Bioman 3, respectivamente.
As fitas do seriado Jaspion foram lançadas antes da série estrear na Rede Manchete pela Everest. Anos depois, as fitas foram relançadas com o selo InterMovies.
Jaspion foi dublada na Álamo, que anos depois dublaria diversos animes como Dragon Ball. O personagem-título foi dublado por Carlos Takeshi, que também dublou Change Griffon em Changeman, algumas pontas no anime Comando Dolbuck, no tokusatsu Winspector e Tremi de Sagita em Cavaleiros do Zodíaco (versão Gota Mágica). Atualmente, Takeshi é apresentador do programa InfoShop no canal Shoptime.
Nos primeiros episódios da série, Kanoko foi chamada de Kayoko e o Professor Nambara de Professor Nan. Porém logo isso foi corrigido.
A atriz que interpretou Anri (Kiyomi Tsukada) interpretou a fotógrafa Gunko em Machineman e fez uma aparição em Shaider (como Vivian), e hoje mora no estado americano do Texas.
Além do Brasil, Jaspion também foi exibido em países da Ásia e na França, no canal TF1 a partir de 1988, no Club Dorothee, aonde outras séries tokusatsu tais como Maskman e Bioman foram exibidas. Por lá, Jaspion não teve tanto destaque quando o trio Gavan (X-Or, "X-Ouro", na França), Sharivan e Shaider.
Diferente de Changeman, filmada quase ao mesmo tempo e bem-sucedida tanto no Brasil quanto no Japão, Jaspion não fez um grande sucesso no seu país de origem. Com 46 episódios filmados e um episódio especial, não chegou a ser um fracasso, mas foi uma decepção para a Toei Co. pela expectativa nele depositada: além de atores famosos do gênero "tokusatsu", o elenco incluía o conhecido cantor Isao Sasaki. Mesmo assim, não foi o grande "hit" esperado.
A aposta em Jaspion foi tão grande que a própria Toei ordenou que os temas de abertura e encerramento tivessem versões em inglês, interpretadas pelo cantor Henry. Era uma das primeiras tentativas da produtora japonesa a penetrar no mercado ocidental (sobretudo, o norte-americano).
Do elenco brasileiro de dublagem já faleceram Líbero Miguel (Satan Goss e Iki), Carlos Laranjeira (Boomerman e Hiroshi), Marcos Lander (algumas pontas), Renato Master (Senhor Akiyama), Mário Vilela (algumas pontas), Eleu Salvador (Sr. Yada no episódio 23 e Gasami 2 no episódio 25), Borges de Barros (Edin) e Francisco Borges (Primeira voz do MacGaren até o episódio 16 e narrador da série inteira; falecimento mais recente ). Ainda Ricardo Medrado (MacGaren a partir do episódio 17), falecido em 2002, boatos dão conta que após alguns problemas familiares e envolvimento com drogas, tenha levado ao seu afastamento da dublagem em meados da década de 1990.
Por conta de uma viagem aos EUA, Denise Simonetto foi substituída por Cecília Lemes no papel de Anri no episódio 17 da série.
No dia 1 de abril de 2006 veio a falecer Ai Takano, o cantor das músicas de abertura e encerramento da série, devido à falência múltipla de seus órgãos ocasionadas por complicações cardíacas. No mesmo ano, só que no dia 16 de novembro, também veio a falecer Noboru Nakatani, o intérprete de Edin, devido a problemas relacionados ao fumo.
O tema de abertura de Metalder, Kimi no Seishun wa ("Deixe Brilhar Sua Juventude"), foi interpretado por Isao Sasaki (o qual também fez as vozes de Silvester Stallone e Christopher Reeve no Japão), que interpretou o Professor Nambara em Jaspion. Sasaki cantou também o tema do anime "Uchuu Senkan Yamato", conhecido no Brasil como Patrulha Estelar e cantou o tema de encerramento de "Tokusou Sentai" Dekaranger.
Os nomes do quinteto de ninjas espaciais da bruxa Kilmaza representam os elementos da natureza segundo uma das muitas concepções do Taoísmo: Ka significa "Fogo", Fuu traduz "Vento/Ar", Do simboliza "Terra", Sui é "Água" e Moku quer dizer "Madeira" (fonte: páginas 700km, de Ricardo Bittencourt, e Yagyu Shinkage-Ryu, de Sylvain Guintard). Note que esta classificação não é estática - muitos ramos desta filosofia apresentam no lugar do vento o Kin ("Metal"), enquanto outros englobam todos os seis elementos aqui mostrados.
O posto de gasolina que aparece no episódio 27 (Juventude Ameaçadora), cuidado por um dos protagonistas, Shingo, é um posto Esso.

Jaspion canta no início do episódio 8 (O Casal Fugitivo) uma música de seu próprio repertório.
Correu um boato já há muito tempo que o dublê de Jaspion seria brasileiro. Essa confusão se deu através do programa do Jô Soares, que entrevistou Tadashi Kamitani, o dublê do Jaspion no show circense brasileiro.
O Brasil continua sendo invariavelmente um dos países com o maior número de fãs de Jaspion.
Sempre que Satan Goss aparecia para enfurecer algum monstro o narrador Francisco Borges dizia "Satan Goss tem o poder de enfurecer os seres e transformá-los em monstros incontroláveis", mas isso aconteceu até o episódio 26, daí para frente o narrador deixou de falar essa frase.
Toshimichi Takahashi e Hiroshi Ueda, intérpretes dos vilões Irmãos Gasami 1 e 2 respectivamente (episódios 25 e 26), possuem cada um extenso currículo no meio artístico japonês: o primeiro atuou como ator e dublê de ação em inúmeras séries tokusatsu dos mais diversos gêneros, enquanto o segundo é chamado de "o Charlie Chaplin japonês".
Houve episódios em que não apareceram monstros gigantes, que são: 12 (A Profecia), 16 (Qual o Destino da Humanidade?), 18 (O Inimigo Imortal), 32 (A Conspiração do Robô), 35 (A Descoberta do Pergaminho), 39 (O Poderoso Beijo de Miyo) e 42 (A História de Pep e Hiroshi), sendo que no 16 foi apresentado o monstro Dynamático (que era do tamanho normal e podia falar a língua humana) e no 42, Daileon enfrentou um robô-tanque gigante encarregado de guardar a fortaleza de MacGaren.
Megumi Sekiguchi, intérprete da personagem Myoko, viveu Kei Yamashi (Himenin Emiha) em Sekai Ninja Sen Jiraiya em 1988.
O ator Hiroshi Watari criou sua própria vestimenta para compor o personagem Boomerman e assim participar do seriado.
Houve um erro de continuidade no episódio 43 (O Misterioso Mundo de Satan Goss) com relação aos dois últimos ninjas espaciais de Kilmaza: quando Jaspion partiu suas cabeças, Ka transformou-se em canhão e Fuu virou uma bola de fogo (tanto que Ka pede munição a Fuu dizendo claramente "Fuu, munição!"). O erro é que os símbolos em suas cabeças foram invertidos, assim o emblema amarelo (vento) de Fuu ficou na testa de Ka e o emblema vermelho (fogo) de Ka passou para a testa de Fuu
.

O ator Toschimichi Takahashi, que interpretou o personagem Ikki, fez ainda o papel do sacerdote gorgom Baraom (o que tinha o rosto coberto por uma máscara verde de jade) no seriado Black Kamen Rider, e do General Deslock no seriado Spielvan.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

Download Músicas dos Heróis Japoneses (TOKUSATSU)